Em busca de sentido

“O sentido torna muitas coisas, talvez tudo, suportável.” Carl G. Jung

O sentido nos conecta à realidade, nos faz viver apesar do sofrimento, dá coerência ao que somos

diante da coletividade, leva luz às trevas e é alimento da alma.

Referências


A BÍBLIA. Português. A Bíblia em ordem cronológica. Org. Edward Reese; Co-Org. Frank Klassen. São Paulo: Vida, 2003.
ALCORÃO. Português. Alcorão. Tradução de Samir El Hayek. São Paulo: LCC Publicações Eletrônicas, 1994.
ALVARENGA, Maria Zélia. Édipo: um herói sem proteção divina - a saga dos Labdácidas. 1. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2009.
APA (American Psychiatric Association). DSM-IV-TR – Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Porto Alegre: Artmed, 2002.
ARANHA, Maurício. Psicopatologia das funções in Psicopatologia junguiana. Disciplina: Psicopatologia junguiana. Juiz de Fora: Instituto de Ciências Cognitivas, 2006. Disponível em: Acesso em: 07 out. 2008, 14:45:00.
BAIR, Deirdre. Jung: uma biografia. 1. ed. São Paulo: Globo, 2006. v. 2.
______. Jung: uma biografia. 1. ed. São Paulo: Globo, 2006. v. 2.
BATISTA, Janete Dias. Um paralelo entre o mito de narciso e a dependência de drogas dentro de uma abordagem junguiana. São Paulo: Facis/IBEHE, 2002. Disponível em: Acesso em: 28 out. 2007, 10:23:00.
BERNARDO, Patrícia Pinna. A prática da arteterapia: correlações entre temas e recursos. 1. ed. São Paulo: Ed. do Autor, 2008. v. 1.
BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução de João Ferreira de Almeida. São Paulo: Vida, 1981.
BÍBLIA. Português. A bíblia de Jerusalém. Tradução de Domingos Zamagna. São Paulo: Paulinas, 1985.
BOLEN, Jean Shinoda. O anel do poder – A criança abandonada, o pai autoritário e o feminino subjugado. São Paulo: Cultrix, 1993.
BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1990. v. 1.
BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1989. v. 2.
BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1991. v. 3.
BUCK, William. O Mahabharata, o clássico poema épico indiano recontado em prosa por William Buck. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 2014.
______. O Ramayana, o clássico poema épico indiano recontado em prosa por William Buck. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 2011.
BURNS, John E. Dependência de drogas no Brasil. Vila Serena Centros de Tratamento de Dependência de Drogas, dez. 2001, São Paulo. Disponível em: , acesso em 15 mar. 08
CAMPBELL, Joseph. Mito e transformação. 1. ed. São Paulo: Ágora, 2008.
_____. O herói de mil faces. 10. ed. São Paulo: Cultrix/Pensamento, 2005.
_____. O poder do mito. 1. ed. São Paulo: Palas Athena, 1990.
CARVALHO, Maria Margarida M. J. A arte cura? 1. ed. Campinas: Editorial Psy II, 1995.
CHALUB, Miguel. LISIEUX, E. de Borba Telles. Álcool, drogas e crime. Rev. Bras.
Psiquiatr., v. 28, supl.2, São Paulo, oct. 2006. Disponível em: <
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462006000600004&lng=&nrm=iso&tlng=> Acesso em: 15 mar. 2008, 22:31:00.
CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. 2. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1990.
CIRLOT, J. E. A dictionary of symbols. Londres: Routledge & Kegan Paul, 1971.
CORNEAU, Guy. Pai ausente, filho carente. São Paulo: Brasiliense, 1991.
DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.
DAHLKE, Rúdiger. DETHLEFSEN, Thorwald. A doença como caminho. 2. ed. Portugal: Pergaminho, 2002.
DELANEY, Gayle. Sonhos eróticos: como interpretar as imagens do inconsciente. São Paulo: Best Seller, 1994.
EDINGER, Edward F. A criação da consciência. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 1996.
______. Anatomia da psique. São Paulo: Cultrix, 2002.
______. Bíblia e psique. São Paulo: Paulus, xxxxx.
______. Ego e arquétipo. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 1992.
______. O encontro com o Self. 1. ed. São Paulo: Cultrix, 1991.
______. O mistério da coniunctio. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2008.
ELIADE, Mircea. História das crenças e das ideias religiosas: da idade da pedra aos mistérios de Eleusis. Rio de Janeiro: Zahar, 2010. vol. I.
ELIADE, Mircea. História das crenças e das ideias religiosas: de Gautama Buda ao triunfo do Cristianismo. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. vol. II.
ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
ESCOHOTADO, Antonio. O livro das drogas – usos e abusos, desafios e preconceitos. São Paulo: Dynamis, 1997.
ESTES, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com lobos. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.
FRANÇOISE, O’Kane. A sombra de Deus. São Paulo: Axis Mundi, 1999.
FROMM, Erich. A linguagem esquecida. Rio de Janeiro: Zahar, 1966.
GALLBACH, Marion Rauscher. Aprendendo com os sonhos. São Paulo: Paulus, 2000.
GIL, Antonio Carlos. Projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1996.
GOETHE, Johann Wolfgang von. Fausto. São Paulo: Martin Claret, 2004.
HAGGARD, Henry Rider. She. São Paulo: Axis Mundi, 1995.
HARNISCH, Günter. Léxico dos sonhos – mais de 1500 símbolos oníricos de A a Z interpretados à luz da psicologia. Petrópolis: Vozes, 1999.
HERMANN, Kai; RIECK, Horst. Eu, Christiane F., treze anos, drogada, prostituída… São Paulo: Círculo do Livro, 1988.
HILLMAN, James. Em louvor de Babel. Rubedo. Disponível em . Acesso em 13 mar. 2011.
______. O código do ser. Rio de Janeiro: Objetiva, 1996.
HOLLIS, James. Os pantanais da alma: nova vida em lugares sombrios. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2006.
HOMERO. Odisseia. São Paulo: Abril, 2010.
Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Versão 3.0. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.
JOHNSON, Robert A. Innerwork: a chave do reino interior. São Paulo: Mercuryo, 1989.
______. Feminilidade perdida e reconquistada. 1. ed. São Paulo: Mercuryo, 1991.
______. RUHL, Jerry M. Viver a vida não vivida: a arte de lidar com os sonhos não realizados e cumprir o seu propósito na segunda metade da vida. Petrópolis: Vozes, 2010.
JUNG, Carl Gustav. A dinâmica do inconsciente. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1991a, v. VIII.
______. A prática da psicoterapia. Petrópolis: Vozes, 1987a.
______. Ab-reação, análise dos sonhos, transferência. Petrópolis: Vozes, 1990a.
______. Aion – Estudos sobre o simbolismo do si-mesmo. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1990b. vol. IX/2.
______. Cartas II. Petrópolis: Vozes, 2002.
______. Civilização em transição. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 1993, v. X/3
______. Fundamentos de psicologia analítica. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1985. vol. XVIII/1.
______. Interpretação psicológica do dogma da trindade. Petrópolis: Vozes, 1994, v. 11/2.
______. Memórias, sonhos e reflexões. São Paulo: Círculo do Livro, 1991b.
______. Mysterium coniunctionis. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 1985b, v. XIV/1.
______. O desenvolvimento da personalidade. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1986, v. XVII.
______. O espírito na arte e na ciência. Petrópolis: Vozes, 1991c.
______. O eu e o inconsciente. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 1991d. . v. VII/2
______. O homem e seus símbolos. 1. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.
______. O livro vermelho. Petrópolis: Vozes, 2010.
______. Os arquétipos e o inconsciente coletivo. Petrópolis: Vozes, 2000.
______. Prefácio de C. G. Jung. In WILHELM, Richard. I Ching: o livro das mutações. São Paulo: Pensamento, 1993.
______. Psicogênese das doenças mentais. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1990b. v. III.
______. Psicologia do inconsciente. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 1987b. v. VII/1
______. Psicologia e alquimia. Petrópolis: Vozes, 1990c.
______. Psicologia e religião. Petrópolis: Vozes, 1978. v. 11/1. (ebook)
______. Psicologia e religião oriental. 2. ed. São Paulo: Círculo do Livro, 1991f. v. 11/5
______. Resposta a Jó. Petrópolis: Vozes, 1986. v. 11/4.
______. Seminários sobre análise de sonhos. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.
______. Seminários sobre psicologia analítica. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2014b.
______. Seminários sobre sonhos de crianças. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.
______. Símbolo da transformação na missa. Petrópolis: Vozes, AAAA, v. 11/3.
______. Símbolos da transformação. Petrópolis: Vozes, 1989. v. V.
______. Tipos psicológicos. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 1991e.
KAHR, Brett. O sexo e a psique – a revelação de nossas fantasias secretas na maior pesquisa realizada sobre o tema. Rio de Janeiro: BestSeller, 2009.
KAST, Verena. A imaginação como espaço de liberdade. São Paulo: Loyola, 1997a.
______. Pais e filhas, mães e filhos. 1. ed. São Paulo: Loyola, 1997b.
KLUGER, Rivkah Schärf. O significado arquetípico de Gilgamesh. São Paulo: Paulus, 1999.
LEWIS, C. S. As crônicas de Nárnia. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
LIMA FILHO, Alberto Pereira. O pai e a psique. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2002.
LOPES, Cristina Pinto. Práticas criativas de arteterapia como intervenção na depressão: memórias da pele. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.
MINDELL, Arnold. O caminho do rio: a ciência dos processos do corpo onírico. São Paulo: Summus, 1991a.
______. O corpo onírico: o papel do corpo no revelar do si-mesmo. São Paulo: Summus, 1989.
______. O corpo onírico nos relacionamentos. São Paulo: Summus, 1991b.
MCCULLY, Robert S. Rorschach: teoria e simbolismo – uma abordagem junguiana. 1. ed. Belo Horizonte: Interlivros, 1980.
MCGUIRE, William. HULL, R. F. C. Entrevistas e encontros. São Paulo: Cultrix, 1982.
NEUMANN, Erich. A criança. 1. ed. São Paulo: Cultrix, 1991.
______. História da origem da consciência. 1. ed. São Paulo: Cultrix, 1990.
NICHOLS, Sallie. Jung e o tarô – uma jornada arquetípica. 7. ed. São Paulo: Cultrix, 1995.
NIETZSCHE, Friedrich. Assim falava Zaratustra. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.
OLIVEIRA, Maria Paula de Magalhães T; NETO, Elias Korn; SILVEIRA FILHO, Dartiu Xavier. Técnicas expressivas no tratamento de farmacodependentes. In: Jose Tolentino Rosa; Suely Laitano da Silva Nassif. (Org.). Cérebro, inteligência e vínculo emocional na dependência de drogas. São Paulo: Vetor, 2003, p. 225-243.
PHILIPPINI, Angela. Linguagens e materiais expressivos em arteterapia: uso, indicações e propriedades. 1. ed. Rio de Janeiro: Wak, 2009.
______. Para entender a Arteterapia: cartografias da coragem. Rio de Janeiro: Wak, 2013.
BERNARDO, Patrícia Pinna. A prática da arteterapia – correlações entre temas e recursos. São Paulo: Edição do Autor, 2008. v. I.
RASCHE, Jörg. Prometeu – A luta entre pai e filho. São Paulo: Cultrix, 1992.
RESENDE, Charles Alberto. A intuição e a sensação em dependentes de drogas na perspectiva da psicologia analítica. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Departamento de Psicologia, Universidade de Taubaté, Taubaté, 2009. Disponível em < http://apsiqueeomundo.blogspot.com/2010/08/intuicao-e-sensacao-em-dependentes-de.html> Acesso em: 29 jul. 2012, 20:00:00.
ROSSI, Ernest Lawrence. Os sonhos e o desenvolvimento da personalidade. São Paulo: Summus, 1982.
ROTHENBERG, Rose-Emily. A jóia na ferida: o corpo expressa as necessidades da psique e oferece um caminho para a transformação. São Paulo: Paulus, 2004.
GUIMARÃES, Ruth. Dicionário da mitologia grega. 1. ed. São Paulo: Cultrix. 1993.
SAMUELS, Andrew. Dicionário crítico de análise junguiana. Edição Eletrônica, 2003 Andrew Samuels/Rubedo. Disponível em: <http://www.rubedo.psc.br/dicjung/listaver.htm> Acesso em: 14 out. 2010, 22:49:00.
SANDARS. Nancy K. Gilgamesh. 1. ed. Lisboa: Vega, 1989.
SANFORD, John A. Mal, o lado sombrio da realidade. 3. ed. São Paulo: Paulus, 1988.
SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.
SHARP, Daryl. Tipos de personalidade. São Paulo: Cultrix, 1990.
SILVEIRA FILHO, Dartiu Xavier. Drogas: uma compreensão da psicodinâmica das farmacodependências. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1995.
______. MOREIRA, Fernanda Gonçalves. (Org.) Panorama atual de drogas e dependências. São Paulo: Atheneu, 2006.
SHARMAN-BURKE, Juliet. GREENE, Liz. O tarô mitológico – uma nova abordagem para a leitura do tarô. São Paulo: Siciliano, 1988.
STEPHANIDES, Menelaos. Prometeu. São Paulo: Odysseus, 2004.
STEIN, Murray. Jung – o mapa da alma. São Paulo: Cultrix, 2000.
TOLKIEN, John Ronald Reuel. O senhor dos anéis. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
TRINDADE, Zeidi Araújo. Psicologia e saúde: um campo em construção. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.
URRUTIGARAY, Maria Cristina. Arteterapia – A transformação pessoal pelas imagens. Rio de Janeiro: Wak, 2011.
VARGAS, Nairo de Souza. Terapia de casais – uma visão junguiana. São Paulo: Madras, 2004.
VETOR. Catálogo – área psicológica. São Paulo: Vetor, 2008. Disponível em: < http://www.vetoreditora.com.br/catalogoDetalhe.asp?id=43&param=liv> Acesso em 06 out. 2008, 14:17:00.
VON FRANZ, Marie-Louise. A sombra e o mal nos contos de fada. São Paulo: Paulinas, 1985.
______. HILLMAN, James. A tipologia de Jung. São Paulo: Cultrix, 1990.
______. C. G. Jung – Seu mito em nossa época. São Paulo: Círculo do Livro, 1992a.
______. BOA, Fraser. O caminho dos sonhos. São Paulo: Cultrix, 1993.
______. Mitos de criação. 1. ed. São Paulo: Paulus, 2003.
______. Puer aeternus – a luta do adulto contra o paraíso da infância. 2. ed. São Paulo: Paulus, 1992.
______. Reflexos da alma. 1. ed. São Paulo: Cultrix/Pensamento, 1992b.
WILHELM, Richard. I Ching – o livro das mutações. São Paulo: Pensamento, 1993.
WHITMONT, Edward C. A busca do símbolo: conceitos básicos de psicologia analítica. 5. ed. São Paulo: Cultrix, 2002.
______. C. PERERA, Sylvia B. Sonhos: um portal para a fonte. São Paulo: Summus, 1995.
ZACHARIAS, José Jorge de Morais. QUATI – Questionário de Avaliação Tipológica. São Paulo: Vetor, 2000.
______. Tipos: a diversidade humana. São Paulo: Vetor, 2006.
______. Tipos psicológicos junguianos e escolha profissional: uma investigação com policiais militares da cidade de São Paulo. São Paulo: Vetor, 1995.
ZAGURY, Tania. Encurtando a adolescência. 1. ed. Rio de Janeiro: Record, 1999.
ZIMMER, Heinrich. A conquista psicológica do mal. 2. ed. São Paulo: Palas Athena, 2005.
ZOJA, Luigi. História da arrogância. São Paulo: Axis Mundi, 2000.
______. Nascer não basta – iniciação e toxicodependência. São Paulo: Axis Mundi, 1992.
______. O pai: história e psicologia de uma espécie em extinção. São Paulo: Axis Mundi, 2005.
ZWEIG, Connie. ABRAMS, Jeremiah (Org.). Ao encontro da sombra. 1. ed. São Paulo: Cultrix, 1994.

ZWEIG, Connie. WOLF, Steve. O jogo das sombras. 1. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.
Postar um comentário